Malhar faz bem ao corpo e à mente. Mas o exagero leva ao overtraining

Antigamente, ele era mais comum entre atletas que se submetiam a treinos intensos para aprimorar o rendimento. Mas, atualmente, sua ocorrência tem sido cada vez mais frequente dentro das academias

Malhar faz bem à saúde, isso é fato. Porém, praticar atividade física em excesso traz diversos danos ao organismo, como queda no rendimento durante o treino, insônia, cansaço e desequilíbrio hormonal, dentre outros.
Essas consequências do exagero causam o overtraining, que é o desequilíbrio físico e mental provocado pelo excesso de atividade física associado ao tempo de repouso inadequado.  

Se antes o overtraining era mais comum entre atletas que se submetiam a treinos intensos para aprimorar o rendimento nas competições, atualmente, a sua ocorrência tem sido cada vez mais frequente dentro das academias.